JULIA MARGARET CAMERON

384px-Julia_Margaret_Cameron,_by_Henry_Herschel_Hay_Cameron

Foto: Henry Herschel Hay Cameron

 

      A inglesa Julia Margaret Cameron (1815-1879) é uma das referências clássicas da fotografia mundial. Conhecida pelos retratos de personalidades da Era Vitoriana e com uma estética fortemente marcada pela teatralidade, a artista fotografou ao longo de pouco mais de uma década. No entanto, seu estilo fotográfico se tornou um marco e sua obra serviu de referência para muitos fotógrafos.

      Cameron começou a fotografar aos 48 anos, quando recebeu de presente uma câmera. Em janeiro de 1864, um mês após começar a fotografar, escreveu na sua primeira impressão bem-sucedida: “Meu primeiro grande sucesso na Fotografia”. Devido aos químicos utilizados na época, o tempo era um desafio para a produção de uma fotografia, e a imagem intitulada “Annie”, ainda que levemente fora de foco e com marcas do processo fotográfico, foi a primeira conquista da fotógrafa.

      Ainda em 1864, tornou-se membro da Sociedade Fotográfica de Londres e Escócia, a qual integrou pelo resto de sua vida. No ano seguinte teve sua primeira exposição individual no South Kensington Museum (hoje conhecido como Victoria and Albert Museum), em Londres.

      De origem abastada, produzia imagens por lazer e aproveitava a entrada em importantes círculos sociais para escolher seus retratados, como o naturalista Charles Darwin, o escritor Thomas Carlyle e a atriz Ellen Terry. Algumas dessas imagens, inclusive, possuem uma significante importância por se tratarem do único registro fotográfico de personalidades históricas. A fotógrafa também produziu fotografias para o livro de poemas “Idílios do rei”, a pedido do seu amigo e autor Alfred Tennyson.

      Cameron buscava incansavelmente a beleza em suas fotografias, com poses teatralizadas que a aproximava dos exercícios pictóricos. Grande parte do trabalho de Cameron está dividido em duas categorias: os retratos fechados e as encenações temáticas em forma de alegorias, cenas históricas ou bíblicas. Especialmente nesta última categoria a fotógrafa fez experimentações que definiram seu estilo artístico e geraram controvérsias sobre sua qualidade estética. São retratos difusos, desfocados, com iluminação suave, onde as pessoas são representadas com olhares distantes. Cameron também foi muito criticada por assumir as manchas, riscos e digitais do processo fotográfico nas suas impressões finais. Para alguns, esses seriam erros técnicos que os fotógrafos deveriam saber eliminar de suas obras.

      Em 1875, Cameron mudou-se com a família para Ceylon (hoje Sri Lanka), onde continuou a fotografar. No entanto, a dificuldade para obter os materiais necessários para a produção das fotografias e a ausência de uma comunidade artística como a qual dispunha anteriormente para protagonizar suas imagens fizeram com que sua produção fotográfica tenha praticamente desaparecido em Ceylon.

      Nada do trabalho de Cameron durante seu período em Ceylon sobreviveu, mas durante toda sua carreira Cameron manteve detalhados registros de suas fotografias, sobre as quais também fez registros de direitos autorais. Por esses motivos, muitas de suas fotografias permanecem acessíveis e organizadas até hoje.

 

 

695px-Annie_my_first_success,_by_Julia_Margaret_Cameron_(restored)

“Annie”, de 1864

Cameron_julia_jackson

Retrato de Julia Prinsep Jackson

novicequeen

Imagem do livro “Idílios do rei”

galahadnun

Imagem do livro “Idílios do rei”

Alfred_Lord_Tennyson_1869

Alfred Tennyson, 1869

1022192

Charles Darwin

1021125

888px-Sadness,_by_Julia_Margaret_Cameron

Ellen Terry, 1864

748px-Julia_Margaret_Cameron_(British,_born_India_-_Parting_of_Sir_Lancelot_and_Queen_Guinevere_-_Google_Art_Project

736px-Study_of_Beatrice_Cenci,_by_Julia_Margaret_Cameron

“Beatrice Cenci”, 1866

701px-Julia_Margaret_Cameron_-_John_Herschel_(Metropolitan_Museum_of_Art_copy,_restored)

John Herschel, 1867

1Royal-Camerion-Herbert-Wilson-1868

2Royal-Cameron-Clinton-Parry-1868

Royal-Cameron-George-Frederick-Watts-1865

 

LIVROS

  • Gernsheim, Helmut. Julia Margaret Cameron; her life and photographic work, London: Fountain Press, 1948.
  • Cox, Julian, and Colin Ford. Julia Margaret Cameron: the complete photographs. Los Angeles: Getty Publications, 2003
  • Lukitsh, Joanne. Julia Margaret Cameron. London: Phaidon, 2001
  • Wolf, Sylvia, et al. Julia Margaret Cameron’s women. Chicago: Art Institute of Chicago, 1998

 

REFERÊNCIAS

Wikipédia

Getty

Público

Cambridge Authors

Victoria and Albert Museum

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s