INGE MORATH

famous_photographers_portraits_20

Autorretrato de Inge Morath

       

        Inge Morath (1923-2002) nasceu na Áustria e mudou-se com a família ainda jovem para a Alemanha. Estudou Letras na faculdade e se tornou fluente em Francês, Inglês e Romeno, além do Alemão, sua língua nativa. Trabalhou como tradutora, jornalista e editora antes de se tornar fotógrafa. No início da carreira escreveu artigos para acompanhar as fotografias de Ernst Haas, de quem era amiga. Foi uma prolífica escritora e fotógrafa durante toda a sua vida.

        Foi durante um evento do Partido Nazista que Inge teve um dos primeiros contatos com a arte vanguardista. Em 1937, durante a exposição “Arte Degenerada”, que tinha o intuito de inflamar a opinião pública contra a arte moderna, onde apenas comentários negativos sobre as obras eram permitidos, a fotógrafa relembrou: “Achei várias dessas pinturas empolgantes e me apaixonei pelo ‘Blue Horse’ do Franz Marc”.

        Em 1949 foi convidada por Robert Capa e Ernst Haas a trabalhar na Magnum como editora e, quatro anos mais tarde, tornou-se fotógrafa da agência. Nos anos seguintes, Inge viajou pela África, América do Sul, Estados Unidos, Europa e Oriente Médio capturando imagens para publicações como Paris Match e Vogue. Junto ao escritor francês Dominique Aubier publicou dois livros: “Guerre à la Tristesse”, sobre a Espanha, e “De la Perse à l’Iran”. Ao todo, lançou mais de trinta livros. Tinha especial interesse por arte e cultura e negava-se a fotografar conflitos armados. Durante a Segunda Guerra Mundial, presenciou de perto o nazismo e confessou: “Durante a guerra, você tem que se manter calada a maior parte do tempo (…) Então você aprende a observar com mais atenção”.

        Na década de 1960 casou com o escritor Arthur Miller e se mudou para os Estados Unidos. Produziu muitas fotografias de artistas e acompanhou gravações em sets de filmagem. Nesse período começou a fotografar em cores, e uma compilação desse material foi publicada pela editora Steidl em 2009 no livro chamado “Inge Morath: First Color“. No entanto, sua obra ainda é lembrada pela estética em preto e branco, tanto nas fotografias analógicas quanto digitais. Entre 1960 e 1970 fotografou na União Soviética e na China.

        Um de seus principais trabalhos é a série fotográfica “Máscaras”, em parceria com o ilustrador Saul Steinberg. Os dois se conheceram em 1958, quando Inge foi na casa de Steinberg para fazer um retrato seu e o encontrou com uma máscara feita de saco de papel. Nos anos subsequentes diversas pessoas foram convidadas a posar para retratos de Inge utilizando máscaras estilizadas por Steinberg. Outro longo projeto da fotógrafa foi a documentação das principais peças de seu companheiro, Arthur Miller.

        Ao lado da diretora de cinema Regina Strassegger, realizou o antigo desejo de revisitar as terras de seus antepassados, nas fronteiras da  Áustria e da Eslovênia. Inge faleceu em decorrência de um câncer em 2002, durante a produção do documentário. No mesmo ano, os membros da agência Magnum criaram uma prêmio em sua homenagem. O Inge Morath Awardadministrado pela Inge Morath Foundation, desde 2003, em cooperação com a Magnum Foundation -, premia anualmente jovens fotógrafas com uma bolsa para dar continuidade a seus projetos documentais.

        Em 2003, foi lançado o documentário “Grenz.Räume: Inge Morath”, filmado no ano anterior, sobre a volta da fotógrafa à montanhosa região em que viveu nos primeiros anos de sua vida. Mais recentemente, em Salzburgo, na Áustria, a fotógrafa foi homenageada tendo seu nome atribuído a um quarteirão de serviços, a Inge Morath Platz. No local está localizada a Fotohof, galeria na qual a artista colaborara desde os anos 1980.

GB. ENGLAND. London. Publisher Eveleigh NASH at Buckingham Palace Mall. 1953.

Eveleigh Nash, Londres (1953)

MOI1957001W01135-34

Lhama na Times Square, Nova Iorque (1957)

SPAIN. 1954. Torero Antonio ORDONEZ.©Inge Morath/MAGNUM PHOTOS

Toureiro Antonio Ordonez

USA. New York City. 1958. Beauty class at the Helena Rubinstein Salon.

Aula de beleza no salão Helena Rubinstein, Nova Iorque (1958)

 

P959_305697

 

Série “Máscaras”

NYC11357

NYC11580

NYC11377

NYC112089

inge-morath_candypingpong_02

NYC11427

 

LIVROS IMPRESSOS

  • History Travels Badly, London, Fishbar (2015)
  • Inge Morath: Iran, Steidl, Germany (2009)
  • Inge Morath: First Color, Steidl, Germany (2009) 
  • The road to Reno, Steidl, Germany (2006)
  • Inge Morath: Last Journey, Prestel Publishing, USA (2002)
  • New York, Otto Müller/Verlag, Austria (2002)
  • Saul Steinberg Masquerade, Viking Studio, USA (2000)
  • Inge Morath: Life as a Photographer, Kehayoff Books, Germany (1999)
  • Arthur Miller: Photographed by Inge Morath, FNAC, Spain (1999)
  • Inge Morath: Portraits, Verlag, Austria (1999)
  • Woman to Woman, Magnum Photos, Japan (1996)
  • Donau, Verlag, Austria (1995)
  • Inge Morath: Spain in the Fifties, Arte con Texto, Spain (1994)
  • Inge Morath: Photographs 1952 to 1992, Otto Müller/Verlag, Autria (1992)
  • Russian Journal, Aperture Foundation, USA (1991)
  • Portraits, Aperture, USA (1986)
  • Salesman in Beijing, Viking Press, USA (1984)
  • Bilder aus Wien: Der Liebe Augustin, Reich Verlag, Switzerland (1981)
  • From Persia to Iran: A Historical Journey, Viking Press, USA (1980)
  • Chinese Encounters, Straus & Giroux, USA (1979)
  • Inge Morath: Photographs of China, Grand Rapids Art Museum, USA (1979)
  • In the Country, Viking Press, USA (1977)
  • Grosse Photographen unserer Zeit: Inge Morath, C.J. Bucher Verlag, Switzerland (1975)
  • East West Exercises, Simon Walker & Co., USA (1973)
  • In Russia, Viking Press, USA (1969)
  • Le Masque (Drawings by Saul Steinberg), Maeght Editeur, France (1967)
  • Bring Forth the Children: A Journey to the Forgotten People of Europe and the MiddleEast, McGraw-Hill, USA (1960)
  • De la Perse à l’Iran, Robert Delpire, France (1958)
  • Venice Observed, Reynal & Co., USA (1956)
  • Fiesta in Pamplona, Universe Books, USA (1956)
  • Guerre à la Tristesse, Robert Delpire, France (1955)

 

FILMES

  • Copyright by Inge Morath, de Sabine Eckhard (1992)
  • Grenz.Räume: Inge Morath, de Regina Strassegger (2003)

 

REFERÊNCIAS

Inge Morath Foundation

Magnum Photos

Steidl

Wikipedia

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s